Páginas

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Cosmopolitismo: dica de hotel em New York

Olá bonitonas!
Mais uma dica de hotel para vocês que estão indo à Nova Iorque, desfrutar daquela cidade maravilhosa, cheia de luzes e encantos mil! Quem já foi quer voltar e quem ainda não conhece, quer conhecer. Então, cá estou para te passar uma estadia fantástica, para poder aproveitar tudo o que a Big Apple te oferece! Mira!


Para quem é apreciadora de moda e design, te digo: hospede-se no Bryant Park Hotel. É simplesmente tudo!
Construído em 1924, antes de sua imensa reforma (em 2001) era onde situava o American Radiator.
Imponente e bem localizado, a característica mais marcante do design exterior é o esquema de cores incomuns: preto e dourado - que serviu tanto para fins práticos e simbólicos (lembram o carvão e as chamas de um radiador).

Seu interior é intimista ao extremo, e chega a incomodar num primeiro instante. Todo decorado em mármore preto e mobiliário vermelho é completamente up-to-moment e, para nós, que chegamos às suas portas às 2 da manhã, assustou um pouco. Confesso que pensei em desistir. Mas esta primeira impressão logo se dissipou, graças a Deus. 
Foi escolhido a dedo por mim, e que escolha acertada! 
Em certas épocas do ano - como na última deste mês, quando acontece a Semana de Moda de NY (bem em frente dele!) - você tem mais chance de levantar o Empire State com o dedo mindinho do que conseguir se hospedar aqui.
Lobby, Restaurante Koi e Fitness Center

Muito disputado pelas celebridades da moda, artes, música e cinema (me disseram que Leonardo di Caprio morou aqui por 8 anos!), teve sua rua de acesso fechada por duas semanas para a gravação (da cena em que Carrie Bradshaw joga o buquê no Mr. Big no dia do seu casamento) de Sex and The City, o filme. A poucos metros da Times Square, do Empire States, Macy´s e Quinta Avenida, só para não restar dúvidas de que este é o lugar certo para acordar. Porque dormir é para os fracos.
Falando em dormir, após sobreviver aos elevadores almofadados em vermelho (quem tem claustrofobia, morre aqui!) e sem espelhos, os quartos são clean, com a melhor vista do parque e o mais recheado frigobar. Tem até brinquedinhos eróticos disponíveis, com um canal de vendas via TV, exclusivo e particular do próprio hotel, caso deseje dar uma apimentada na sua noite. Banheiros grandes, com espelhos maiores ainda, iluminadíssimos (ufa!) e completíssimos nos esperavam... 
Foi, de longe, o banheiro mais limpo de hotel que já pisei na vida! E olha que já me hospedei em alguns bem conceituados e disputados. Toda manhã, jornais diários nos esperavam (como se tivéssemos tempo para folhear) juntamente com chocolates e docinhos. Sem falar na internet, free!
Os dois tipos de quartos que ficamos e suas amenities
Canal de "entretenimento" para adultos

Outra atração do Bryant Park Hotel é seu bar, o Cella Bar, que fica no porão do hotel. Com luz baixa e lotaaaaaado de gente fina, bonita, elegante, mas não sei se sincera, dá para entrar tranquilamente usando óculos infra vermelho. Escuro, mas badaladíssimo! E os hóspedes não precisam de convites. Sim! Só entra sendo convidado. Exclusivo para poucos e jovens!
Cella Bar - se quiser não sair do Hotel, já é seu lugar

Há um restaurante, mas não posso dar mais detalhes, pois sequer sentei. O Koi, rico em comida japonesa e pratos não menos apreciados como um de peito de pato assado. O hotel também dispõe de sala de cinema, sala de eventos, academia e um loft no último andar, que, só por fotos (não tive acesso) já é de cair o queixo. Serviços de quarto e a paciente e atenciosa concierge Sarah, completam a mais perfeita estadia.
E eu, combino com o hotel? #felizcoincidência



Quer ver e ser visto? Reserve. Hospede-se. Vibre. 
Bryant Park Hotel   40 West 40th Street New York, NY 10018

Photos: algumas minhas, outras do site e tumblr do hotel.




0 comentários:

Postar um comentário

Comente com seu Facebook!