Páginas

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Desintoxicar é a palavra

O corpo tem um processo natural para eliminar, através da pele, saliva, pulmões, fígado, rins e intestino as toxinas que nos fazem mal e se acumula no organismo. Embora nosso metabolismo tenha condições e mecanismos eficazes para fazer essa "limpeza", alterações como excesso de medicamentos ou deficiência nutricional, podem atrapalhar esse processo.  As consequências desse acúmulo de toxinas você sente no dia a dia: fadiga, distúrbios digestivos, alergias, desequilíbrio hormonal, problemas de saúde crônicos e até a dificuldade em perder peso são alguns deles. 


O resultado do tratamento depende do metabolismo de cada um. Portanto, o ideal é fazer com o acompanhamento de um profissional especializado. Mas já podemos adotar algumas atitudes para nos ajudar a ficar livre destes probleminhas:

. Dê preferência aos alimentos orgânicos e sem hormônios e reduza o consumo de alimentos ricos em produtos industrializados (como embutidos, alimentos com temperos prontos...)

. Evite alimentos quentes assim como esquentar alimentos ou guardá-los em embalagens plásticas

. Beba bastante água filtrada. O excesso de café e bebida alcóolica, deve ser evitado, para manter as enzimas hepáticas "livres" na hora da desintoxicação. 


. Brócolis, repolho, rúcula, couve de bruxelas, chá verde, alho, limão, laranja, cúrcuma, alecrim, romã e ajudam na ação detox. 

. Exercícios aeróbios, sauna e drenagem linfática ajudam a eliminar as toxinas. 

. Fitoterápicos como cardo mariano e alcachofra têm um papel importante no processo. Uma avaliação mais de perto por um profissional pode sinalizar se você precisa dessa forcinha. 

. Alguns nutrientes melhoram a absorção de vitaminas hidrossolúveis e que dão um up do metabolismo. Use limão siciliano, melancia, pepino e hortelã para dar sabor e valor nutricional à sua água diariamente.


0 comentários:

Postar um comentário

Comente com seu Facebook!