Páginas

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Dicas da Nutri: higienização de alimentos

O cuidado na higienização dos alimentos é um procedimento de extrema importância, pois alimentos manipulados de forma inadequada podem ser transmissores de doenças, as chamadas doenças alimentares. Pois, caso esses alimentos não sejam higienizados de forma correta e eficaz, podem conter microrganismos que podem causar sérios danos á saúde do homem.



Dicas de como evitar a contaminação nos alimentos: 

• Lave bem as mãos com água e sabão antes de manusear os alimentos e antes das refeições.

• Lave as frutas, verduras e legumes em água corrente, limpa e tratada. As verduras, frutas e legumes consumidos crus devem ser desinfetados com água e hipoclorito de sódio utilizando os seguintes produtos e técnica: Para 1 litro de água, utilizar 1 colher de sopa de água sanitária (2 a 2,5%), sem cheiro, sem corante, sem detergente e de procedência confiável. Deixar os legumes, frutas e verduras nessa solução por 15 minutos e enxaguar em água corrente.

• Cozinhe bem os alimentos. Ferva o leite antes de consumir.

• Não consuma ovos crus nem alimentos que levam ovo cru em sua preparação, tais como maionese caseira, gemada, mousse, glacês, ovo pochê. Para esses tipos de pratos, utilize ovos pasteurizados ou em pó. 

• Não utilize ovos com a casca rachada.

• Não deixe alimentos prontos em temperatura ambiente (em cima do fogão, no forno, sobre a pia) por mais de 30 minutos.

• Quando comprar os alimentos coloque por último no carrinho de compras as carnes, peixes, queijos, iogurtes e outros alimentos perecíveis que necessitam de refrigeração.

• Os produtos que necessitam de refrigeração não podem ficar mais de 30 minutos em temperatura ambiente.

• Lave muito bem com água e sabão os utensílios, tábuas de corte, panelas e pias, mantendo-os rigorosamente limpos.



• Na geladeira, armazene nas prateleiras superiores alimentos prontos para o consumo; os semi-prontos ou pré-preparados, nas prateleiras do meio e os produtos crus, nas prateleiras inferiores, separados entre si e dos demais produtos.

• Nunca utilize produtos vencidos.

• Utilize, de preferência, pescados congelados. No uso de peixe fresco, optar pelo manuseio, tempero e preparação no mesmo dia.

• Evite o contato entre alimentos crus e cozidos.

• Mantenha os alimentos ou preparações fora do alcance de insetos e animais.

• Não deixe o lixo exposto ou aberto na área de preparação dos alimentos.

• Limpe a caixa d'água a cada seis meses.

• Utilize somente água tratada ou fervida.

• Despreze as latas de alimentos que estejam estufadas, enferrujadas ou com vazamento.

• Não consumir alimentos que ficaram por muito tempo fora de refrigeração ou calor,  alimentos mal cozidos, fora do prazo de validade, com cor e cheiro alterados ou com presença de mofo e bolores.

• Pelo fato de os nutrientes reagirem facilmente como ar e alguns materiais constituintes de utensílios, e também porque o calor pode modificar a estrutura dos nutrientes, devemos ficar atentos a todos os passos e ao tempo gasto no preparo dos alimentos para conservar ao máximo seu valor nutricional.

     
      Hortaliças e Frutas: 

• Legumes e frutas devem ser lavados inteiros em água corrente. Os que apresentam casca mais rugosa e resistente podem ser esfregados com uma escovinha. As folhas devem ser lavadas uma a uma, dos dois lados, em água corrente. Se consumidas cruas, colocá-las em uma solução clorada, por 15 minutos, enxague, corte-as com faca inoxidável e utilize logo após o preparo.





• Para cozinhar verduras, de preferência refogue-as sem adição de água para evitar a perda de vitaminas e sais minerais. Ao utilizar legumes, corte a casca bem fins, pois a concentração de nutrientes se encontra próxima à casca.

• Legumes conservam melhor seus nutrientes se mantiverem a casca durante a cocção. Cozinhe somente o suficiente para que fiquem macios.

• Hortaliças como repolho, couve-flor e brócolis (com folhas e talos) devem ser cozidas em panela destampada.

• Sempre que possível, utilize a água de cocção no preparo de arroz, sopa, molho ou outros pratos.

• Evite o uso de bicarbonato de sódio ou outras substâncias químicas para cozinhar os legumes. Essas substâncias reagem com os nutrientes, inibindo sua ação.

• Sucos e saladas de frutas devem ser consumidos logo após o preparo, para não perder suas vitaminas.

   
      Feijão e outras leguminosas: 

• Para facilitar a cocção, é aconselhável deixar a leguminosa de molho e cozinhá-la na mesma água para evitar perda de nutrientes.
Porém, essa prática libera uma substância tóxica, o fitato, que pode ser eliminada fervendo a leguminosa, por dois minutos, em panela destampada.

      Carnes: 

• É aconselhável não lavar ou mergulhar qualquer tipo de carne ou peixe em água para que não se percam seus nutrientes.

• A carne não deve ser corada em temperatura muito alta, pois nessa condição, ela perde maior quantidade de suco natural, encolhendo mais do que se for submetida à cocção em temperatura média.



0 comentários:

Postar um comentário

Comente com seu Facebook!